Saturday, May 1, 2010

Terrible Twos

Agora eu sei porque tem esse nome os 2 anos de idade.

Meu Deus, hoje a discussão começou cedinho. Queria passear, mas não queria colocar roupa. Queria ir pelada. Obviamente, eu expliquei que não dava para passear pelada, então ela resolveu que queria colocar uma meia-calça vermelha.

Sim, queria ir apenas de meia-calça num calor de 28C que está fazendo hoje. Eu tentei explicar que a meia-calça a gente usava quando estava frio e que hoje ela poderia escolher um vestido. Pra que? Se jogou no chão e começou a berrar. Meia hora depois de muita conversa, consigo convencê-la a colocar uma "legging" preta "igual a da mamãe". Ufa!

Vencida a batalha da roupa começa a da mamadeira. Quer ir passear tomando água-de- coco NA MAMADEIRA! Ai meu pai...como se não bastasse a luta da roupa, agora comeca a luta da mamadeira. Ok, eu deixo ela tomar desde que dentro do carrinho, na esperança que ela durma.

Vamos ao starbucks pegar um café. Começa outro ataque que quer sentar numa das mesinhas (eu só queria pegar o café e sair andando para ver se ela dormia no carrinho). Saimos de lá correndo sob os olhares "horrorizados" dos americanos. Sim, eles te olham como se você estivesse MATANDO ou TORTURANDO o seu filho. Da vontade de falar: "tá olhando o que? Nunca viu criança fazer birra?"

Eu, na esperança de acalmá-la sugiro irmos no "cavalinho amarelo" (aqueles de colocar a moedinha). Ela para de chorar na hora. Avista o cavalinho e fica toda feliz. Eu pergunto:" quer subir no cavalinho?" ela diz: "não". Viro o carrinho para seguirmos em frente, ela começa a gritar que quer ir no cavalinho. Eu volto. Ameaço abrir o cinto-de-segurança para tirá-la do carrinho e colocá-la no cavalinho e ela começa:"num qué i nu cavalinho". ai ai ai...então vamos embora.

Daí o ataque recomeça. Eu não sei se ela estava cansada - não tava na hora de dormir ainda - se estava indisposta, o que foi, mas foi gritando e jogando as coisas que podia no chão (tipo louca de novela, sabe?)...e eu lá...empurando o carrinho com uma criança se debatendo, tentando pensar em algum mantra que aprendi na aula de yoga.

Finalmente ela se acalma. Dou a bendita mamadeia e sua fraldinha de dormir (que haviam sido arremessados no chão no momento de fúria) e rezo para que ela durma. Ufa! 10 minutos depois ela dorme.

E está dormindo (dentro do carrinho) enquanto eu "desabafo" com vocês. Tomara que acorde de melhor humor...

P.S.: o marido babando e dormindo como se nada acontecesse....ehhhh vidão que é ser casado comigo!

13 comments:

Carol P said...

Socorro me apavoro com o que me espera hehehe A C com 10 meses ja tem ataques quando passo o dia com ela no carrinho, e olha que paro tiro ela brinco, ...Quando tiver 2 anos entao, nao tenho nem ideia do a baixinha vai aprontrar. Please dicas. Bjs

Carla Cavellucci Landi said...

Querida... so muda o endereco!

Pode ser a mudanca de temperatura. Meu pai sempre fala que ele fica mal qdo a temperatura muda assim rapido. Who knows?
Se alivia, so posso te dizer que vc vai sentir saudades dessa fase! :D

Bjs e bom sabado de sol!

Roberta said...

Putz, Paula, só posso ser solidária a você como mãe, porque sei exatamente o que é isso. O bom é que as crianças não ficam assim todos os dias, para sempre. Eles pelo menos alternam os períodos pra não enlouquecer a gente.
Porque, com toda leitura e psicologia do mundo, nessas horas dá vontade de dar uns tapas, não dá?
E depois eles acordam uns doces, como se nada tivesse acontecido.
Haja paciência, mesmo...
Beijos

Paty said...

Ai querida, ja vejo o que me espera pela frente! A Babi ja esta fazendo birra com 11 meses, imagina com 2 anos! Isto pq eu nao mimo e procuro ser dura com ela... Espero que consiga descansar! bjs

Fernanda said...

Hahahahahah. Sorry, amiga! Como te disse ontem: se vc acha que os 2 são punk, espera os 3 porque alem dos momentos de furia, eles respondem. Oh god.

ps: e o Andre que chamou o Rodrigo de "stupid" hoje? Tem cabimento? Onde que ele aprendeu isso??

Paloma, a mãe said...

Às vezes é sono, às vezes é birra mesmo, mas é sempre um deasfio pra gente. Pelo menos isso acontece com crianças no mundo inteiro, então não se sinta a única mãe testada nos seus limites. E muita paciência nesta hora, que passa!
Beijos

nathalia said...

E o pior e que depois de uma dessas a gente fica esgotada, ne? O Tomas comecou com essa de gritar quando coloco no carrinho. Outro dia fez isso na fila do consulado. Ele gritou, chorou e esperneou tanto, tanto, que eu sai fugida de la. Eu me engano dizendo que e uma fase, mas voce e a Fernanda ja me desanimaram. Ai, ai...

Leticia Guardiano said...

Oi Paula!

Eu tenho uma filhinha de 2 anos e 8 meses e sei exatamente o que é isso. Hoje ela consegue se expressar melhor e ainda assim dá chilique. Se você coloca a comida no prato "errado" (meaning o que ela não quer), lá vai o choro. E isso acontece pra tudo que a desagrada. Eu dou bronca, ameaço, conto até três, grito, bato (sim, até bater já bati!). Tudo aquilo que prometi que NUNCA faria, sabe? Que achava um horror quando via em outras mães... Pois é... Somente os terrible twos pra gente separar o que é bullshit da realidade, do que a gente dá conta de fato... Enfim.
Mas, ó, a boa notícia é que vai passar, eles crescem, aprendem a dialogar e a responder, como bem lembrou a amiga ali do comment de cima.
Outro up side é que eles ficam mais carinhosos nesta fase, especiamente as meninas, elas abraçam, beija, falam "te amo" do nada, te acham linda até quando você tá no pior bad hair day ever, vc é o modelo delas pra tudo, é muito fofo. Compensa, sabe?
Bom, boa sorte!

Leticia Guardiano

Anonymous said...

Paula querida,

desabafa!!!! a gente sobrevivi esses momentos desafiantes !!!!

bjo
Rose

Mamma Mini said...

Putz, me vi no seu post, aqui em casa tá no mesmo esquema, tudo vira um momento revolta de "não qué" "não vai" "não góta" ou seja, compliquê, respiro fundo e começo tudo de novo, e aí com a maior paciência do mundo vamos contornando as birras, as frustrações e dificuldades desta fase, vai passar, só penso isso hahhahah, bjs

Letícia Volponi said...

Ai, se serve de conolo aqui os terríveis dois anos também não vão muito melhores. Tem momentos emque tenho vontade de chorar junto.

FLIP FLOP said...

MEU CRISTO! Ja estou ate pensando na minha filha com 2.

Cris Corrêa said...

Paula,
obrigada, estou escrevendo chorando de rir...
é por aí mesmo, tô rindo e a beleza aqui do meu lado fazendo birra porque estou rindo...
muito bom...

Related Posts with Thumbnails