Tuesday, April 6, 2010

Brinquedos Polêmicos

Já falei aqui sobre a boneca de fabricação espanhola que mama no peito e que gerou polêmica em todos os jornais dos EUA.

Agora volto com outra questão que também gerou polêmica, mas não tomou proporções nacionais (pelo menos por enquanto).

Gostaria de ouvir a opinião de outras mães a respeito de um novo brinquedinho que minha filha ganhou.

Será que eu sou mais careta ou "quadrada" do que eu imaginava? ou será que realmente alguns brinquedos "educativos" são simplesmente inapropriados?

O referido brinquedo é uma família de bonequinhos de pano. Tem o pai, a mãe, a vovó,o vovô, o bebê, a irmã e o irmão. Fofo, né?

Pois bem, eis que quando você tira a roupa dos bonequinhos de pano eles possuem os respectivos sexos (os adultos tem pelinho, tá?).

A princípio confesso que fiquei chocada, mas agora me questiono se estou replicando intuitivamente uma educação super tradicional que foi a que eu tive, ao invés de lidar com isso de forma natural.

O que vocês acham?

37 comments:

juliana said...

Hahahahahahaha! Minha reação inicial foi cair na gargalhada. Meio bizarro, pois não estamos acostumados com nada parecido com isso. Mas se pararmos para pensar, não tem nada de errado também, pois é apenas a realidade, nada além disso. Eu não compraria, confesso. Acho um pouco desnecessário explorar esse assunto quando eles ainda são tão novos. Quem sabe quando forem mais velhos e vierem com perguntinhas do tipo: por que eu tenho isso e voce aquilo, esse seja um bom instrumento de ensino. Mas acho que essas perguntas ainda vão demorar pra vir.

Beijo!

andrea said...

Uau!! Acho que sou da idade da pedra tambem, nao gostei nem um pouco desta ideia! Nao sei se e careta ou se esta errado mas certamente nao daria este brinquedo para a minha filha. Bjs

Mamãe said...

Paula,

Tudo bem? Conheci seu blog pela matéria da Revista Crescer. Vou para NY no fim do mês com a minha filhinha de 1 ano e 4 meses. Estou com algumas dúvidas... vc pode me dizer seu email para eu te mandar essas dúvidas? As dúvidas são relacionadas a clima, tipo de roupa, calçados, papinhas (minha cunhada jura que devo levar do Brasil...), remédios e afins...
Abraços,
ivymagalhaes@gmail.com

Fernanda said...

Ok. Primeiro: ahahahahahahha.

Segundo, eu nao acho inapropriado em si (a gnete usa muito essas familias na clinica pra fazer ludoterapia, talvez nao com esta atencao ao detalhe, mas enfim...), mas tudo tem a ver como nós encaramos e que sentido damos para isso. Tem familias que nao tem problema de andar peladas pela casa, tomar banho junto, etc e outras que acham que nao ficam confortaveis nem com a exposicao, nem com as perguntas que acompanham tal aventura (believe me!!! Perguntas cabeludas, perdao do trocadilho).
E tenha certeza que se voce fica desconfortavel entao vai ser desconfortavel pra ela (e tudo bem se vc se sentir assim!), mas a conotacao sexual com certeza estah na cabeça do adulto, para eles tudo é corpo e o sentido vai ser construido junto com a familia.
Uma coisa legal que acho é voce nao tentar esconder o desconforto e talvez contar pra ela que certas coisas (como ficar pelado) soh podem ser feitas dentro de casa e que sao soh nossas e nao dos outros, uma licao muito importante pro resto da vida!

Beijos!!

Rafaela said...

Ai, pra nao chorar eu comecei a rir quando vi os bonecos pelados... num guento a imaginaçao desse povo...
a minha opiniao é a seguinte, Paula, esse tipo de "descoberta" deve ser feita pela criança da forma mais natural possivel... mas... nao aos 2 anos, né?
Educaçao tradicional, nao fez mal a nenhuma de nós...
OK, a Nina e o Be sao "de outra geraçao", né? But...
para mim, eu acho meio "agressivo" os bonecos com os pelinhos (to rindo de novo)
Existem outras formas (e idades) dessas coisas serem aprendidas, nao?
ALGUMA PSICOLOGA, A LITTLE HELP HERE, PLEASEEEEE!!!!!!!

Carla Cavellucci Landi said...

Paula, nao sei o que eu acho ainda sobre o brinquedo em si, esteticamente nao acho bonito... so acho que justamente por abordar um assunto tao delicado - cada familia sabe como levara o assunto... eh o tipo de brinquedo que ninguem deveria dar de presente. Meu marido achou um absurdo, disse que a intencao foi provocar, e perguntou e quem deu o presente tem filhos ("com erteza nao")...meu filho de 15 anos achou "tosco" o de 11 nao quis nem ver... nao da pra trocar?

Fernanda said...

ps: e claro como a Carla disse voce sempre pode trocar o presente e passar o problema pra frente! ;)

Luli Isacovici said...

Oi Paula,
Vi os bonequinhos e fiquei um pouco chocada... Talvez nao deveria, mas eh para uma menina de 2 anos....Acho que eh muita realidade mto cedo... Quando eu era pequena (mas nao tao pequena) minha mae nos dava livros que ensinavam essas coisas (De onde viemos? haha, alguem ja teve esses livros?) e a gente aprendia... mas acho muito cedo comecar a mostrar isso pra criancas tao novinhas. Espere para que ela tenha curiosidade e comece a perguntar...
Sobre essa coisa de andar pelado que a Fernanda escreveu, concordo que se deve explicar para os filhos , mas pode esperar um pouquinho, senao ela vai comecar a ter vergonha e reparar nessas coisas muito cedo, nao???
Nao sei mto bem se estou certa pq meu baby ainda eh mto pequeno, mas acho melhor esperar um tempinho pra esses brinquedos e as perguntas q virao depois ....!! Com certeza serao muitas.....

Lia said...

HUWUHUAWHWUAH! Demais! Haja criatividade!
Sei não o que eu acho... feinho, mas não é exatamente erótico. Ela já viu os bonequinhos pelados?

Fabi Saba said...

Paula,

Eu acho ate que nao eh tao terrivel no sentido que a crianca nao liga mesmo isso com sexo, mas com corpo e so.
Porem, eu jamais teria, acho muito cedo e desnecessario. Tem informacoes que fazem a crianca amadurecer rapido demais, tira o misterio de tudo e faz tudo ser natural demais, a ponto de que se algumem quiser depois mostrar "as partes" pra crianca, a crianca nao vai achar estranho e nao vai saber que nao esta certo (estou dizendo worse case scenario).
No mundo que vivemos nao acho que temos que criar a proxima geracao mais solta e mais moderna, e sim um pouco mais tradicional, deixando as criancas serem criancas e nao mini adultos. Para que quando forem adolecentes elas sejam mais saudaveis e nao "Paris Hilton's wanna be".
Enfim, o que tudo isso tem a ver com os bonecos? A necessidade que temos de sermos "cool", e de mostrar que tudo eh ok, e com isso achar que eh ok assuntos mais adultos com criancas ainda despreparadas.
Esses bonecos tem que estar numa clinica de ajuda infantil, aonde ha role playing e a crianca usa os bonecos pra descrever situacoes que nao conseguem com palavras.
Pronto falei!

Paloma, a mãe said...

Paula, eu acho que esse é o típico brinquedo para pais que são muito cheios de pudores. Porque o normal é a criança conhecer os sexos vendo pai e mãe (e irmãos, se houver), tomando banho com eles, vendo-os trocar de roupa e fazer suas observações e perguntas. Como aí nos EUA o pessoal deve ser mais cheio de pudores (é um chute), reproduzem os sexos nos brinquedos. Mas eu não acho inapropriado, não.
Beijos

Maya said...

Oi Paula,
Acompanho seu blog há bastante tempo, hj resolvi me pronunciar.. rsrsrs
Minha reação inicial tb foi choque, seguido de risada!!
Meu marido tb achou meio estranho!
Nós não compraríamos e mto menos daríamos de presente..
Concordo com a mulherada aí de cima que disse q a descoberta dos sexos deve ser naturalmente, qdo a curiosidade for surgindo! Mas para isso a gente encontra livrinhos e tal.. nunca imaginei q alguém pensaria em fabricar uns bonecos desses!! rsrsrs
Concordo com a Carla (oi carla!!!), será que dá pra trocar?? hehe
bjinhos

Mamma Mini said...

Nossa, fiquei cafusa...hahahah, mas achei engraçado... meu filho tem a mesma idade da sua filha, ou próxima... mas é menino, no começo, meu marido não curtia que ele me visse nua, mas eu acho natural que ele veja a mim e ao pai como viemos ao mundo, calma, a gente não anda sem roupa pela casa, mas entre uma saída do banho e outra, ou quando tomamos banho junto com ele....rs ), e a curiosidade dele pelo pipi do papai e a "xoxota"(ou qualquer outro nome que queiram dar...) da mamãe chega a ser engraçada, mas "natural", assim como pelo peito, o umbigo, joelho....é a fase de conhecer as partes do corpo né, só nas descobertas....
o case é que acho que os bonequinhos sem roupa são meio estranhos, é inevitável a gente olhar e não pensar que é coisa de sacanagem e não brinquedos inocentes de uma menininha de 2 anos,eu passaria pra frente, quando ela estiver maiorzinha talvez os bonecos sejam uma boa maneira de descobrir o corpo humano, mas de qualquer forma eles peladinhos tem cara de bonequinhos de desenho de quadrinhos eróticos...

virginia said...

Sinto ter causado tanta polêmica com meu presentinho para minha querida "pitusquela".
Não foi a intenção.Quando comprei, a vendedora fez questão de mostrar, e eu quase não levei, mas pensando bem, deixei o problema pra vc Paulucha.Pelo visto não só os americanos, como tb os brasileiros são muito moralistas.
Beijos
Virginia

milenamb said...

Hehe, a cada dia que passa fico mais surpresa com a criatividade das pessoas. Também não sei o que pensar com relação aos brinquedos, não tenho filhos mas não daria os bonequinhos de presente para minhas sobrinhas de cinco anos. Concordo que as perguntas devem vir naturalmente, de acordo com o crescimento das crianças.
Beijinhos. Estou doida para encontrar vcs novamente.

Livia, mãe da Carol said...

Nao vejo problema algum no brinquedo e acho que a maldade esta mesmo na nossa cabeca, pq a crianca nao relaciona o nudismo com sexo. Aqui em casa procuro tratar o assunto nudismo de forma natural. Carol toma banho comigo e tambem com meu marido, mas nunca fez perguntas, mas noto que ela percebe as diferencas entre nosso corpo e o dela. Outro dia me surpreendi com um desenho que ela fez. Na verdade o desenho retratava um banho dela comigo e na hora de me desenhar ela fez pelinhos e se virou para mim e disse : " Eu nao tenho cabelo aqui mae, mas vc tem." Morri de rir. As criancas nem sempre perguntam, mas sem duvida notam. Eu achei o brinquedo interessante sim e de grande valia. Pq vc nao guarda e espera despertar nela esta curiosidade? Um bj!

Livia, mãe da Carol said...

Bem...mas eu jamais daria um brinquedo como esse de presente, pq acho que cada familia explora este assunto de uma forma e nao gostaria de causar nenhum constragimento. Mas me imagino comprando - e guardando para uma ocasiao - para a minha filha, pq em nossa casa lidamos de forma natural com este assunto.

Mari said...

Ai gente, achei divertido!
Concordo com a Fernanda, acho que não dá pra afirmar se é apropriado ou não, depende da família e da forma como a nudez acontece em casa. Se for causar constrangimento, melhor passar adiante, mas se o "assunto" já apareceu, problema nenhum - é até educativo porque mostra as coisas como elas realmente são (ou eram, antes das depilações extremas e tal, haha).
E como diz Didi Mocó, "quem já viu não se admira"...
beijo!

clarice said...

ai gentem, nem sei se eu achei tão do arco da velha assim. O Benjamim, que tem dois anos, toda vez que vê um peito assim mais protuberante prontamente diz: Peito!!!! com a maior alegria. Não é justamente nessa idade que eles começam a conhecer as partes do corpo? E quais são as diferenças entre os meninos e as meninas? Sei lá, concordo com o comentário lá de cima, me desculpem, não lembro de quem era, que essa erotização está muito mais no olho dos pais, adultos, brasileiros, americanos, puritanos, enfim. ALiás, se a gente olhar com calma, olha que engraçado: achamos mais constrangedor um brinquedo que mostra o corpo de homens e mulheres do que a xuxa, meninas de micro saias, batons, salto altos, elementos muito mais erotizantes (no sentido ruim) do que "as partes" desses bonecos.

sei lá, acho mais saudável ter uma relação com o corpo menos erótica, menos perversa.

Pat in NYC said...

Paula, vi os brinquedos e fiquei o dia inteiro pensando sobre o assunto. Quem nao sabe tenho dois filhos pequenos, Gastao de 2 anos e meio, Malu de 1 ano. Um menino e uma menina, de vez enquando tomam banho juntos e varias vezes me troco na frente deles e o pai deles idem, pois nao podemos deixa-los sozinhos nem um minuto. Acho que isso eh uma nudez natural. Meu filho me perguntou outro dia se ele tinha pininho, nao entendi e perguntei onde ficava e ele me mostrou e falou que a Malu nao tem pininho. Mas nao achei natural os bonecos e nao compraria e nem daria para ninguem.
Beijos.

mperri said...

Acho o brinquedo pedagogicamente maravilhoso, mas não para uma criança tão pequena! Sua filha ainda é muito nova para ter esse tipo de curiosidade, para ela a questão mulher/homem, é simplesmente de gênero e se refere, basicamente, ao desenvolvimento da linguagem... a coisa "sexual" ainda não entrou em jogo. Portanto, a tendência é ela não precisar dos orgãos sexuais para entender quem é ele e quem é ela!
Já para crianças de 5+ anos de idade, eu acho que, bem trabalhado, o brinquedo pode ser uma excelente ferramenta para compreender muitas coisas.
Na minha casa ninguém anda pelado, mas também ninguém fica se escondendo. Minha filha (2 anos) nos vê trocando de roupa e toma banho comigo (com o meu marido nem tanto, simplesmente por uma questão de horário!), me vê pelada. Já questionou os meus "pelinhos" e o meu peito, que ela percebeu que ela não tem. Já viu meu marido pelado e nunca nem deu bola para o fato de que ele tem um "algo a mais"... talvez porque simplesmente ainda não esteja interessada.
Acho que não preciso incentivar essa curiosidade nela. Essa curiosidade deve vir naturalmente e não preciso "adiantar" nenhuma informação que ela não tenha solicitado ainda...
Eu guardaria o brinquedo um pouco mais... e não acho que você esteja sendo "moralista", apenas acho que tudo tem seu tempo e você foi sensível a isso...

Débora said...

Paula,

caí na gargalhada também! Nossa! Acho polêmico, claro.

Ainda mais pra alguém com a idade da tua filha.

Acho aindq que dependendo da idade da criança pode até ser educativo.

Mas cabe aos pais (e às mães, no caso) decidir a melhor maneira de lidar com esse tipo de brinquedo.

Beijo!

Carla Cavellucci Landi said...

Uma coisa so pra complementar... alguns assuntos, como sexo, religiao, tipo de medicina, etc, cabe a cada familia tomar a sua decisao, independente de ser o "ideal", pois o ideal para mim pode nao ser para o outro. Sao assuntos intimos e pessoais. O brinquedo pode ate existir, embora eu nao ache lindo e nem veja tanta aplicacao para uma menina de 2 anos. Mas continuo achando que nao deve ser dado de presente sem questionar o presenteado antes (Virginia, a critica nao eh a voce, e sim a lojista que ofereceu a sugestao). Eh como vc dar a Biblia achando que fulano deveria ser mais espiritualizado - sem saber se ele por acaso eh cristao.
Acho que valeu pela discussao. E concordo tbm com a Fabi uma coisa, independente deste brinquedo: ser "cool" ou ser "descolado" nao significa ter que chocar, principalmente no quesito CRIANCAS, que qto mais puras e criadas como criancas forem, melhor. Hoje em dia estimula-se uma infancia muito curta, independente da familia andar pelada em casa ou nao. Bjs!

Paty said...

Paula, eu a principio fiquei um pouco chocada! Meu marido achou horrivel. MAs eu tambem tive uma educacao mais tradicional... E por isto, acho eles um pouco inadequados para uma crianca de 2 anos. Achei um pouco inadequado presentear uma pessoa com estes bonecos, pois acredito que cada familia escolhe como abordar a questao com os filhos. Uma pergunta: quem deu o presente, estava ciente que eles eram assim? Eu, os trocaria. Se voce depois decidir que seria legal ter um , sabe onde comprar!

Rafaela said...

a minha amiga, psicologa falou que esse tipo de "brinquedo" SÓ É INDICADO para profissionais usarem em consultorios com crianças abusadas sexualmente...
to chocada que vendam isso numa loja de "presentes" para crianças...

Fernanda said...

Rafa, just for the record, a gente usa com qualquer crianca em ludoterapia, essas familias, mesmo que nao tenha nenhuma queixa de abuso (mas, honestamente, eu nunca vi bonequinhos tao detalhados)...

N@nd@ said...

Podem me chamar de antiguada, mas n gostei disso. Esse tipo de brinquedo pode suscitar dúvidas q a criança ainda n está preparada para resolver. E outra coisa, fica muito feio, esses bonequinhos desse jeito, eu acho q n é necessário.

MANÃ MANÃ said...

Não tem nada demais. Eles são feinhos, mas simpáticos.
A pergunta principal é: vcs se vêem nus?
Aqui em casa sou a única mulher e como todo mundo toma banho e se troca um na frente do outro, então é super natural os meninos (Chico 4 anos e Caio 2 anos)saberem a diferença entre menino e menina sem susto.
A gente sempre se acha super moderno, até virar mãe e ver o qto de moralidade mora na gente!
E estar nu, não tem nda a ver com sensualidade.
BJKS!

Nina Fiuza said...

Calma pessoal! Eu concordo com a "MPERRI". O brinquedo é fantástico, só não está apropriado. Você vai ver que daqui algum tempo a Nina vai começar a se questionar sobre os orgãos. Há até uma certa fixação com relação a isso... de só falar de "pipi" e "perereca". Toda criança nessa fase começa a tirar as roupas das bonecas, mas não encontram nada. Não acho que toda Barbie precise de detalhes como esse. Eu mesma dei esses bonequinhos para minha sogra, que é psicologa. Não há NADA de erótico no brinquedo, muito menos aos olhos da criança. MInha filha (que tem cinco) viu os bonequinhos apenas uma vez lá na minha sogra. Deu umas boas risadas quando descobriu os detalhes, e logo foi brincar de outra coisa. Natural como deve ser. Meu conselho de profissional da educação é: guarde e tire do armário quando sentir que ela está curiosa, querendo entender melhor a diferença dos generos. Quando isso acontecer, deixe ela manusear o brinquedo, não explique demais. E lembre-se; se o brinquedo é pedagógico é para ele ser usado em momentos de aprendizagem. Não significa que ela vai ficar brincando com os bonecos o dia todo... talvez por isso as pessoas se espantem tanto. Como se a criança fosse explorar os novos atributos dos bonecos durante as brincadeiras. Ai ai...
=)

piscardeolhos said...

que meda, paula!!
ai, gente, acho que preciso digerir essa foto primeiro pra depois emitir a minha opinião.
acho que os pelinhos me incomodam um tanto, sei lá.
(até aí os reais me incomodam também, blagh!)

mperri said...

"piscardeolhos"
Os pelinhos me incomodam porque sou do time que ODEIA pelinhos, mesmo em gente!hahahaha
Mas, nos bonecos, acho até que dão um certo ar de "mistério" ao panorama completo!rs

Anonymous said...

meio chocante, nao curti nao; e crianca tem muito de falar/repetir as coisas entao imagina se seu filho/a te pergunta: "mamae, o que eh isso?" voce explica como a coisa mais natural do mundo (o que de fato eh).... ai seu pimpolho/a numa festinha pergunta : titia(o), voce tem pelinho igual ao da boneca (o)???? Awkward. Tudo tem sua hora e nao eh porque algo eh natural que deve ser assunto de elevador ou tema de brinquedo.

Tete said...

oiee!!!
primeiro quero dizer que amei o seu blog!!! nao conhecia!!!
qto a esse "brinquedo" achei de mto mal gosto acho que nao agrega nada aos nossos pequenos brincar com esses bonecos pelados...o que acho saudauvel sim e agir com naturalidade...tomar banho juntos por exemplo acho que eh valido!!
bjkas

Alana Albuquerque said...

Olá, sou estudante de psicologia e usarei essa família de bonequinhos em um trabalho de estágio. A família é um brinquedo pedagógico usado na "hora de jogo", atividade realizada com a criança em que ela tem oportunidade de brincar com vários brinquedos diferentes, incluindo a família. É através das brincadeiras que a criança se expressa, e a família serve para que ela ao brincar, mostre as suas próprias relações familiares, incluindo situações de abuso sexual, por isso os órgãos genitais dos bonecos.
:)

A Júlia said...

Achei maravilhoso!!! Fico imaginando porque um brinquedo que traz as partes genitais como elas realmente são, não seriam educativos. Não há nada de errado com nossas partes genitais. Elas não são sujas nem indecentes. Nudez não é pornografia. Porque ninguém se horroriza com aqueles bonecos que soltam pum, que incitam a violência, mas se horrorizam com a representação de nossos órgãos sexuais. Para mim, um "pinto", é um órgão como um braço ou uma perna. Somos assim. Será que temos que esconder das crianças que temos órgãos sexuais? É tão errado assim? Então não poderemos dar lições de anatomia às crianças. Não sei porque deveríamos esconder os órgãos responsáveis pela continuidade da vida... A. J. (ensineseubebe.blogspot.com)

Anonymous said...

Por que esse brinquedo seria de mal gosto? É melhor aprender assim do que explorando o corpo dos amiguinhos. As crianças acabam tocando muito suas partes genitais e a dos outros, quando tomam banho juntas ou ficam sozinhas. Tenho uma filha com altas habilidades, que aos dois anos me perguntou como os beb~es nasciam. Não hesitei em dizer a verdade, porém ficou tudo no nível celular. Aos 4 anos voltou a me perguntar, e eu mostrei um livro de anatomia e expliquei em detalhes. Ela achou muito interessante compreender porque homens e mulheres teriam de ser anatomicamente diferentes.Bem, eu acho que quanto mais tarde as crianças sabem da verdade, mais chocadas ficam.
O que eu acho de mal gosto é a pornografia, os games violentos.
As pessoas não gostam desse bonecos, mas não vêem nada de errado em deixar seus filhos assistirem digimon. Não gosto desses "pudores".
Grande Abraço!!!

Josy said...

Bem, tenho uma filha d edois anos e ela já sabe a diferença de homem e mulher, até pq costumeo andar bem a vontade dentro de casa.
aos 1 ano e 8 ou 9 meses ela brincando (de dar banho) com o avô disse q ia lavar a erereca do vovô, tds ficaram mt sem graça, trato com mta naturalidade o assunto e nesse dia expliquei a ela na frente d tds q vov^(e homens) tem piu piu(ou pinto) e mamae( e mulheres) tem perereca igual a ela...ela nunk mais esqueceu e sabe exatamente o q as pessoas tem rsrs, sinceramente nao éh o brinqued q almejo pra ela, mas se ganhasse, levaria na esportiva, faria questao d tirar a rou e brincar bastante.... rsrsrs

Related Posts with Thumbnails